Cinema

O futuro já começou

Cineclube UniCeub apresenta Blade Runner - O Caçador de Andróides: hoje (28), às 19h10

Por: Arthur H. Herdy | arthur.herdy@abril.com.br - Atualizado em

Blade Runner 01
O filme será exibido no auditório do Bloco 1, campus Asa Norte. Crédito: Reprodução. (Foto: Reprodução)

Nos anos 80, as previsões para os ainda longínquos anos 2000 geraram as mais diversas visões. Segundo De Volta Para o Futuro 2, por exemplo, já teríamos carros voando por aí. Outras películas como Tron e RoboCop também pintaram o novíssimo século XXI de tons neón e prateado, com muitas inovações tecnológicas. Já para o diretor Ridley Scott, esse período, em especial a década de 2010, apresenta cores mais sombrias em Blade Runner - O Caçador de Andróides (1982). Ela será exibida hoje (28), às 19h10, no UniCEUB. Depois, haverá debate com o historiador Leonardo Humberto Soares, professor da instituição. É de graça. Em Los Angeles, no ano de 2019, Rick Deckard, interpretado por Harrison Ford, retoma sua função de seguir no encalço de seres robóticos inteligentes, os replicantes. A nova raça havia sido isolada em um corpo celeste próximo da Terra, mas, em meio a uma rebelião, consegue voltar para o planeta azul. Daryl Hannah e Rutger Hauer vivem dois dos andróides. O elenco ainda conta com Sean Young. Com clima noir e futurista, a obra não foi bem assimilidada à época de seu lançamento. Anos mais tarde, porém, tornou-se uma espécie de filme cult e hoje consta no rol das grandes películas produzidas na década perdida. A única coisa que continua a mesma é a trilha sonora, composta pelo grego Vangelis. Essa, sim, seja em 1982, 2015 ou 2019, continua soando como tema de motel. CineCEUB apresenta Blade Runner - O Caçador de Andróides Auditório do Bloco 1 do campus Asa Norte do UniCEUB Hoje (28), às 19h10 (após a película, haverá debate com o historiador Leonardo Humberto Soares)

Fonte: VEJA BRASÍLIA