CINEMA

Entre o sertão e a metrópole

Histórias de amor e sofrimento marcam atrações do Cine Brasília

Por: Veja Brasília | vejabrasilia@abril.com.br - Atualizado em

A História da Eternidade
Cena de A História da Eternidade: tocante drama pernambucano. Crédito: Divulgação. (Foto: Divulgação)

Nesta semana, a sala do Cine Brasília (106/107 Sul) pode servir de refúgio para os cinéfilos da cidade. Quem quiser fugir da movimentação dos shoppings, certamente lotados por causa de Vingadores - Era de Ultron, encontra lá duas novidades do circuito alternativo. Em comum, os filmes trazem retratos de vidas comuns, entre histórias de amor no sertão brasileiro e relatos de sofrimento em Taipei, capital de Taiwan.

Estrela do atual cinema pernambucano, Irandhir Santos (Tatuagem) é um dos destaques de mais este elogiado título produzido no estado. Dirigido por Camilo Cavalcante, A História da Eternidade narra três crônicas amorosas ambientadas no Nordeste. Leia o texto de Miguel Barbieri Jr. e veja dias e horários de exibição em abr.ai/1zfVoLg.

Cães Errantes
Cães Errantes, drama de Taiwan: realidade penosa. Crédito: Divulgação. (Foto: Divulgação)

Cães Errantes, drama de Taiwan: realidade penosa. Crédito: Divulgação.

Assinado pelo diretor cult Tsai Ming-liang (O Sabor da Melancia), Cães Errantes traz a angustiante vida de uma família pobre de Taiwan. Longas cenas de andanças cotidianas e dificuldades urbanas formam um drama social denso sobre miséria e abandono. Crítica, dias e horários de exibição em abr.ai/1PMYWZp

Fonte: VEJA BRASÍLIA