Projeção

Cuba libre

Cineclube Jiló na Guela exibe filme cubano em mais um ciclo do festival cinematográfico dedicado à ilha dos irmãos Castro

Por: Arthur H. Herdy | arthur.herdy@abril.com.br - Atualizado em

Buena Vista Social Club 01
Além de registro na tela grande, reunião de músicos gerou uma bela trilha sonora. Crédito: Reprodução. (Foto: Reprodução)

Em 1998, o diretor alemão Wim Wenders apertou o pause na realização de longas-metragens ficcionais para se dedicar a mais um documentário, gênero que ocupa grande parte de sua filmografia. Nascia assim o Buena Vista Social Club, obra sobre músicos cubanos da velha guarda. A fita, que também gerou deliciosa trilha sonora, será exibida hoje na praça da 201 Norte, às 20h30, como parte do ciclo sobre Cuba promovido pelo cineclube Jiló na Guela. O evento também funcionará como protesto pelo fechamento do Balaio Café, conhecido ponto cultural, onde as películas da confraria cinematográfica eram exibidas - na semana passada, o local foi autuado pelo Instituto Brasília Ambiental (Ibram) por conta da lei do silêncio. Antes da exibição de Buena Vista, haverá um tuitaço contra a medida. Buena Vista Social Club Hoje (4), às 20h30, na comercial da 201 Norte. Grátis.

Fonte: VEJA BRASÍLIA